14 de janeiro de 2015

Um banco de lata pra chamar de meu.


Faz tempo que ando desejando uma lata de 18 litros de óleo vegetal para transformar em um banquinho. Anda daqui vira dali e nada de uma dessas me aparecer pela frente.... 
Mas não é que dia desses, graças ao incentivo e cumplicidade da minha amiga Juliana, acabei resgatando uma bem na porta de uma padaria localizada no centro da cidade. Saímos então, eu e ela, transportando essa lata por vários quarteirões, sem nenhum pudor e felizes da vida.  

E a lata não poderia ser mais fofa e perfeita.

                                                                                                            
                                                                                    Com a lata devidamente lavada, os materiais de capoteiro e as ferramentas à mão, parti para a execução da obra. Escolhi um tecido para atoalhado com esta cara bem antiguinha. E em pouco tempo, o assento estava pronto, acolchoado e decorado. 
E assim, finalmente, agora eu já tenho um banco de lata pra chamar de meu .


8 de janeiro de 2015

ONDE VOU GUARDAR AS RECORDAÇÕES DE ALEGRIAS EM 2015.

1-DSC01096

Não sou de fazer lista de desejos no início de cada ano. Não que eu tenha nada contra, ou que não tenha sonhos, desejos ou fortes intenções. Apenas não faço. 

Vou simplesmente vivendo os dias, saboreando suas peculiaridades, tentando encarar cada dificuldade, como uma oportunidade. Sempre imagino novas coisas para fazer, e quem me conhece até me considera bem determinada diante de desafios que me auto proponho. E olha que não são poucos. Eu sou do tipo que sempre está buscando algo novo para aprender ou realizar.

Ao término de cada dia, frequentemente repasso mentalmente os acontecimentos e destaco coisas e momentos que me trouxeram felicidade, que contribuíram para que eu desse mais um passo em direção a algo desejado.

Resolvi então registrar esses fatos e momentos, (d)escrevendo-os em pequenos pedaços de papel. Para guardá-los, reaproveitei um vidro de conserva e decorei com peças antigas de bijuterias, retalhos de tecido e renda e flores de biscuit que eu mesma fiz.

1-DSC01149

1-DSC01121



Espero que este novo ano me surpreenda com muitos e muitos momentos a serem registrados. Podem ser coisas pequenas, mas que tragam em si um grande significado para o universo de cada dia...

 1-DSC01135





30 de dezembro de 2014

FIZ MAIS UM ABAJUR COM REAPROVEITAMENTO DE GARRAFA.

Abajur com Garrafa n2 Maria Reciclona

Hoje trago mais uma mostra do meu Natal sustentável. 
Este abajur eu fiz com a garrafa da bebida preferida do presenteado.

Eu já havia mostrado aqui um outro, e este segundo está na sequência de muitos que pretendo confeccionar no ano que se inicia.
Abajur com Garrafa número 2 Maria Reciclona
A todos os amigos, desejo um 2015 iluminado!!!

27 de dezembro de 2014

Faça mandalas com Divino, reutilizando CDs.

Neste Natal presenteei de forma mais sustentável. Produzi alguns presentes, reutilizando materiais recicláveis. Um deles mostrei no post anterior. 
Hoje mostro essas pequenas mandalas onde reutilizei CDs, Dvds e retalhos de tecidos.


A confecção é simples: corte círculos de tecido com 24 cm de diâmetro e faça um fuxico. 
Coloque o CD dentro do fuxico pré costurado e feche-o . 

Complete a decoração utilizando fitas, flores, miçangas e outros adereços que possa reutilizar. Costure ou cole, de acordo com o material.
Para finalizar o tema, cole o Divino Espírito Santo. Estes eu moldei com biscuit.
As mandalas agradaram os presenteados e levaram consigo meu carinho e todas as bençãos para seus lares.
Espero que você também tenha gostado da sugestão.