23 de março de 2015

TURISMO ECOLÓGICO E A PRODUÇÃO DE ALIMENTOS ORGÂNICOS EM GONÇALVES- MG.


Gonçalves, MG.
Turismo ecológico é um tema bastante abrangente e interessante, pois não só visa preservar o meio ambiente, mas também promover uma aproximação do homem com a natureza na forma de diversão, lazer e aprendizagem. Uma das minhas diversões preferidas sempre foi participar de caminhadas em locais que me possibilitam a apreciação da natureza, tanto da fauna quanto da fauna. Recentemente, recebi uma super dica de um conhecido que me indicou um excelente roteiro e um portal onde posso saber mais sobre diferentes e belos locais em Minas Gerais. Em especial, ele me contou sobre a simpática cidade de Gonçalves, no Sul do Estado e o “Festival de Inverno Orgânico” que acontece em julho. O roteiro já está assinalado em minha agenda e, em próxima oportunidade, pretendo conhecer mais suas paisagens e o destacado processo de produção de alimentos orgânicos da região. Um tema que para mim é também assunto de muito interesse.


Alimentos orgânicos em Gonçalves

Gonçalves, MG.
Gonçalves é também conhecida como a Pérola da Mantiqueira. Os visitantes e moradoras a chamam assim devido às belas paisagens, como cachoeiras e mirantes, e também pela gastronomia diversificada. Hoje em dia, é referência, inclusive, no cultivo e uso de alimentos orgânicos, já que além de respeitar o meio ambiente, eles garantem uma melhor qualidade de vida para os produtores e consumidores.

Muitas pessoas comentam sobre este tipo de alimentação, mas não sabem realmente os benefícios que proporcionam. Os alimentos orgânicos nada mais são aqueles que não utilizam agrotóxicos em sua matéria prima, nem mesmo aditivos químicos, o que, consequentemente, não prejudica solo, sementes, insetos, mato e água, e proporcionam ainda refeições mais saudáveis e naturais a todos.

Feira de alimentos orgânicos em Gonçalves, MG.
Foi a grande procura dos próprios moradores que fez com que surgisse em 2003, a empresa “Orgânicos da Mantiqueira”, com o principal objetivo de distribuir produtos orgânicos e biodinâmicos. Com o tempo, cresceu a percepção de que a importância não é somente com a distribuição, mas também com a relação entre produtores e consumidores, baseada na organização da agricultura familiar e dedicada a produzir e incentivar o consumo correto dos alimentos.

Os negócios se expandiram e os ‘Orgânicos da Mantiqueira’ hoje fazem entregas de cestas a domicílio e firmam parcerias com importantes supermercados e restaurantes. A sede da principal produção fica no Sítio São Sebastião, Rua Fausto Resende de Sousa, 183, no bairro de Lambari. Todos os sábados, das 8h às 13, acontecem feiras, onde a cidade toda encontra os alimentos orgânicos mais fresquinhos, da produção direto para o consumidor. 

Também são eles os responsáveis pelo “Festival de Inverno Orgânico”, que acontece todos os anos durante o mês de julho, quando as temperaturas começam a baixar. O que mais atrai é a gastronomia, mas o festival proporciona uma programação com palestras, visitas a propriedades rurais, apresentações musicais, oficinas, exposições e caminhadas. Desde 2005, o evento é um sucesso e faz com que a maioria dos restaurantes locais participe, criando pratos especiais e bem mais saudáveis. 

A postura de utilizar esse tipo de alimento nos cardápios continua no restante do ano, até mesmo nos cafés da manhã das pousadas, mas nem sempre os turistas imaginam as delícias que podem ser oferecidas. Vale a pena conferir uma das identidades do local, quebrar os preconceitos e perceber que é possível ter qualidade de vida, boas refeições com um sabor diferenciado e, de sobra, saber que está ajudando, e muito, o meio ambiente.
Para maiores informações sobre a região, acesse http://www.roteirodeturismo.com.br/hoteis-e-pousadas/minas-gerais/goncalves/ e reserve um lugar numa das pousadas em Gonçalves.


7 de março de 2015

OFICINA COM PARTICIPAÇÃO ESPECIAL.


Ontem, a oficina Ecocebrac-Maria Reciclona foi bastante especial. Recebemos a visita e participação do artista plástico e agente ambiental Atacir Costa.
Pintor impressionista, Atacir Costa começou cedo a pegar nos pincéis e a inserir formas e cores sobre o branco das telas. Para ele, a figura humana é fundamental em seu trabalho, ao qual se dedica todos os dias em seu ateliê.
Um de seus atelieres está instalado no Museu Jeca Tatu. Localizado na cidade de Itabirito, que fica cerca de 60 km de BH, o museu é parada obrigatória para turistas que se aventuram pelas cidades históricas de Minas, bem como aqueles que pegam caminho alternativo para o litoral capixaba, entre outros destinos. O artista possui uma exposição permanente no local.


Além de servidor público, ele é também agente ambiental e mantém o tema sustentabilidade como um dos focos de sua atenção.
Para a nossa oficina ele desenvolveu modelos de vasos decorativos e flores com reaproveitamento de embalagens pet. Ele, nos presenteou com sua participação em nossa oficina de sustentabilidade, e também ministrando uma palestra motivacional para os alunos do Cebrac BH.  


Foi uma tarde super produtiva e cheia de criatividade.

Apreciem agora um pouco da beleza da arte de Atacir Costa.

Get the flash player here: http://www.adobe.com/flashplayer


Hoje, Atacir Costa, nossos aplausos e agradecimentos são para você. Volte sempre.

1 de março de 2015

Oficinas de reciclagem: alunos com a mão na massa e o coração cheio de boa vontade



O mês de fevereiro transcorreu em clima de muito trabalho nas oficinas de sustentabilidade e reciclagem ECOCEBRAC . 
Os alunos permanecem em busca de um excelente resultado em seu primeiro desafio de 2105: doar cadeiras de rodas adquiridas a partir da criação de ecoprodutos, que serão vendidos em um bazar para arrecadação de fundos.




Esta é a continuidade do trabalho que já acontece há 3 anos e sempre com excelentes resultados. 
A cada ano os alunos vem mostrando que é sempre possível inovar nos produtos criados. 

Em 2015, apostamos na criação de ecobolsas e outros produtos femininos. Tudo feito com muito capricho e cuidado nos acabamentos.

Estas foram criadas com galões de água sanitária e cloro.
Veja mais detalhes e outros modelos aqui.

Em março continuaremos com as oficinas e realizaremos o ecobazar e as entregas das cadeiras. 


Mas até lá ainda acontecerão muitas outras atividades para enriquecimento e  divulgação desta campanha. Ações que também contribuirão para a formação destes jovens, que optaram por se tornar profissionais qualificados para o mercado de trabalho, mas também cidadãos consciente de sua responsabilidade social e construção de um mundo mais sustentável.
E eu me orgulho muito de fazer parte desta história.

26 de fevereiro de 2015

RECICLAR: TODA HORA É BOA HORA!


Para mim, uma inspiração pode ocorrer a qualquer momento. Basta olhar um resíduo e as ideias vão surgindo e com elas a vontade de colocar a mão na massa. Desta forma, qualquer hora para mim é boa hora para reciclar.
E por falar em tempo, andei reaproveitando calotas plásticas de automóvel e CDs usados para criar estes relógios de parede.

O primeiro, acima,  com fundo branco e apliques com as borboletas em biscuit, resultou em um estilo mais romântico.

Este próximo, com ar mais contemporâneo, ganhou pintura marmorizada e ficou assim, digamos... mais "radical".


Se você gostou, não perca tempo vai logo catando uma calota perdida por aí e faz o seu.

A confecção é bem simples. Basta comprar a máquina de relógio em lojas de produtos para artesanato, adaptá-la ao centro prendendo-a com o suporte superior de um CD usado e decorar usando a sua imaginação.